Encontre sua secretaria de saúde

Notícias

2018-05-21

COBERTURA DE VACINAÇÃO CONTRA GRIPE AINDA É BAIXA

A 15 dias do final da campanha, menos da metade da população-alvo tomou a vacina contra influenza. Até 14 de maio, foram registrados 1.326 casos de influenza em todo o país, com 214 óbitos

A duas semanas para encerrar a campanha de vacinação contra a gripe, ainda faltam 28,4 milhões de pessoas a serem vacinadas. Balanço publicado nesta sexta-feira (18), pelo Ministério da Saúde, mostra que menos da metade das pessoas que fazem parte do público-alvo, tomou a vacina. A população tem até o próximo dia 1º de junho para tomar a dose em um dos postos de vacinação de todo o país. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas até essa data.

“É preciso que as pessoas consideradas do grupo-prioritário se conscientizem da importância da vacinação e procurem os postos para se protegerem contra a gripe”, ressaltou a coordenadora-substituta do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, Ana Goretti. 

Até 16 de maio foram vacinadas foram vacinadas 26 milhões de pessoas. Este total considera todo o público estimado, englobando pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas –, funcionários do sistema prisional e pessoas com comorbidades. Dessas, 21,4 milhões são idosos a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto). 

O público com maior cobertura, até o momento é de puérperas, com 59%, seguido pelos trabalhadores da saúde (53%) e professores (49%). Entre as gestantes, a cobertura de vacinação ficou em 41% e indígenas 37%. 

O grupo com menor índice de vacinação foram as crianças, entre seis meses e cinco anos, a cobertura é de apenas 34,9%. “A vacina e a forma mais eficaz de proteger as nossas crianças, reduzindo hospitalizações e as complicações da doença. Proteger a criança da gripe é proteger também toda a família, pois elas são as principais transmissoras do vírus”, explicou a coordenadora substituta.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

CASOS DE GRIPE NO BRASIL

O último boletim de influenza do Ministério da Saúde aponta que, até 14 de maio, foram registrados 1.326 casos de influenza em todo o país, com 214 óbitos. Do total, 795 casos e 128 óbitos foram por H1N1. Em relação ao vírus H3N2, foram registrados 270 casos e 42 óbitos. Além disso, foram 143 registros de influenza B, com 18 óbitos e os outros 118 de influenza A não subtipado, com 26 óbitos. 

AÇÃO NO MARACANà

Neste sábado (19), às 19h, durante o jogo entre o Flamengo e Vasco no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, o Ministério da Saúde realiza uma ação promocional para divulgação da  campanha de vacinação. Os jogadores irão convocar os brasileiros para se vacinarem contra a gripe. Eles irão entrar em campo vestindo a camisa da campanha de vacinação contra a gripe. Ao invés dos números e nomes dos jogadores, cada um vai estampar nas costas os grupos de risco convocados para tomar a vacina. A campanha em andamento tem como protagonista o melhor jogador de futebol de todos os tempos, o Rei Pelé. No filme principal, Pelé distribui camisetas para o público fundamental da campanha, como se estivesse escalando o time da saúde para tomar a vacina contra a gripe. 

UF

Doses aplicadas

Cobertura vacinal

RO

118.014

30,40

AC

71.340

33,83

AM

303.743

29,07

RR

21.585

11,50

PA

603.907

31,83

AP

120.137

73,15

TO

216.818

57,95

MA

642.291

37,56

PI

354.660

44,14

CE

1.533.279

66,26

RN

503.699

55,83

PB

482.977

46,42

PE

1.222.132

50,97

AL

386.772

49,65

SE

224.133

44,10

BA

1.623.529

46,06

MG

3.013.819

54,95

ES

536.982

57,84

RJ

1.372.833

30,17

SP

5.131.737

44,81

PR

1.799.580

60,68

SC

1.082.656

59,48

RS

1.930.787

57,39

MS

344.545

48,90

MT

401.561

50,65

GO

1.526.328

92,15

DF

474.606

67,22

BRASIL

26.044.450

49,17

 

Fonte: www.saude.gov.br

Fale conosco
(67) 3312-1110 / (67) 3312-1108
Endereço
Rua Joel Dibo, 267 - 2º Andar I Campo Grande - MS
Deselvolvido por: Ideiasweb